Tutorial: Árvore para maquete

Tutorial árvores

     Como todo arquiteto sabe, final de semana é dia de adiantar os trabalhos da próxima semana, fazer os atrasados e se Deus quiser sobrar um tempinho para ler aquele livro de urbanismo que está encalhado a alguns dias na sua estante haha, sim essa é minha realidade. E na sexta a noite enquanto fazia as arvorezinhas para a maquete, resolvi fazer um pequeno e simples tutorial de como fazer árvores, se a ideia der certo terá  mais tutoriais aqui. Afinal tem muita coisa que temos que aprender por nós mesmo na faculdade ou que só nos é ensinado um tempo depois.

Bom, pra fazer as arvorezinhas você vai usar:

– Fio de cobre (descascado) 
– Esponja verde (encontra-se na maquetaria da PUC) 
– Cola de contato
– Tesoura, Estilete e Alicate
 

Primeiro passo: descascar o fio de cobre com o auxilio da alicate e do estilete e molda-lo como se fosse os raminhos e tronco de uma árvore. Lembrando que é importante medir para não ficar fora da escala da sua maquete. A minha está na escala 1:125 e tem em média “8 metros”.

Tutorial árvores

Segundo Passo: Mergulhar os “raminhos da árvore na cola de contato.

Tutorial árvores

Terceiro Passo: Logo após mergulhar na cola, mergulhar os raminhos num potinho que contenha as espumas verdes picadinhas em pequenos floquinhos. Não irá colar todos de primeira, portanto tem que retocar ela e arrumar cada uma das partezinhas.

DSC05800

Tutorial árvores

    E por fim está pronta a nossa árvore! Espero que tenham gostado e que tenha ajudado quem não conhecia essa forma de fazer… Comentem, e curtam a nossa página no Facebook.

Bom final de semana a todos! 

Retrospectiva 2012

   230781id1a_HP7_P2_Bellatrix_Keyart.indd

Com o final do ano chegando paramos para pensar em tudo o que fizemos no ano que passou e em tudo o que nos aconteceu, o meu ano foi extremamente mágico, entrei pra faculdade, tive contato com um universo totalmente diferente, passei a morar sozinha, criei o blog… E olhando para traz resolvi fazer uma retrospectiva de alguns dos mais marcantes trabalhos que tivemos em 2012, para relembrar e também para mostrar o que a galera que em 2013 irá enfrentar entrando na faculdade.

Pombal

Pombal

Painel

Painel

Marco Escultórico

Marco Escultórico

Desenho de Observação

Desenho de Observação

Telhado

Telhado

Módulo Complexo

Módulo Complexo

Documentação Residencial

Documentação Residencia

Método Mimético

Método Mimético

Maison Minimum

Maison Minimum

Projeto Integrado

Projeto Integrado

Ponte de Palito de Fósforo

Ponte de Palito de Fósforo

Método Mimético – Composição Formal

Método mimético    Hoje resolvi falar um pouco sobre o nosso último trabalho de composição for mal. Esse trabalho teve como objetivo mimetizar um dos arquitetos que nos foi passado e então projetar um museu de arte para Curitiba onde estaria situado na Av. Cândido de Abreu em frente ao Shopping Muller. A entrega do trabalho deveria ter a maquete e um caderno com as vistas e cortes do Sketchup, como o caderno era grande trouxe apenas algumas para vocês.

    O arquiteto que mimetizei foi o Daniel Libeskind, por se identificar com sua arquitetura desconstrutivista com ângulos imponentes. E agora eu trago o resultado de muito trabalho. Só peço desculpas pela qualidade das fotos da maquete pois não seriam essas que iriam para o blog, mas por motivos maiores não foi possivel colocar outras.

Método mimético

Implantação no terreno

Método mimético
Método mimético

Método mimético

Perspectiva interna

Método miméticoMétodo miméticoMétodo mimético

 

Maison Minimum – Le corbusier

maison minimum

    Depois de um bimestre fazendo cortes, plantas e perspectiva da famosa casa de Le Corbusier, nos foi lançado o desafio de fazer a maquete dela. Passamos horas na Maquetaria e eu e minhas amigas, Nathália Sander e Juliane Cerqueira só temos a comemorar pelo resultado alcançado. E essa resultado mostro a vocês agora!

maison minimum

Perspectiva

maison minimum

Elevação 1

maison minimum

Elevação 2

maison minimum

Elevação 3

maison minimum

Elevação 4

maison minimum

Detalhe da chaminé e do zenital.

Documentação Residencial: Blood Rock Bar

    Olá meus arquitetos guerreiros! Eu sei que o blog ta parado, mas o motivo de ele estar assim é esse trabalhinho quase terminado e alguns outros também… Prometo que agora com o feriado vou dar uma adiantada em trabalhos e posts e vou começar me organizar. Mas deixamos de blá blá blá e vamos ao que interessa.

    Estamos fazendo esse trabalho para a matéria de Desenho de Observação, e o que deveríamos fazer era escolher qualquer casa da região metropolitana de Curitiba que a gente pudesse fotografar e depois fazer todo um estudo dela para montar no SketchUp e Desenhar. Fiquei meio em dúvida no começo pois moro no centro e não há muitas casas legais por aqui, dai a solução foi recorrer a um lugar que é praticamente a minha segunda casa em Curitiba, o Blood Rock Bar.

    O Blood é uma casa com mais de 100 anos que foi transformada num dos mais conhecidos bares de rock da cidade, com seu estilo diferenciado possui um design singular por fora e por dentro. Sua decoração basicamente é a casa em si que já da todo um ar exótico, cartazes de filmes de terror nas paredes e sofás e bancos com estampa de oncinha.

Quanto ao trabalho vamos dividir ele em partes:

Primeiro passo:  As fotos

    Apareci lá algumas vezes incomodando o pessoal pra conseguir que abrissem a casa só pra mim tirar as fotos, mas nunca dava certo pois o horário disponível era a tarde e esse é o período que estudo. Então o processo de fotos e análise dos detalhes foi feito por fora do portão (por isso as fotos quase todas iguais)  e o que me ajudou foi as vezes que fui lá, pois tenho a tendencia de sair analisando as edificações por ai, nem que seja numa festa.

Segundo passo:  Sketchup

   Esse eu achei que ia ser o mais difícil, por que na faculdade estamos aprendendo a usar esse programa apenas com tutoriais, essa foi a primeira vez que estávamos andando com nossas “próprias pernas”. Mas confesso que meu trabalho me surpreendeu e me fez perder o medo, mas também sei que o resultado poderia ser um pouquinho melhor pois tem coisas da casa que não consegui reproduzir direito.

Terceiro passo: Os desenhos

    Esse é o que falta fazer (por isso o quase pronto no começo do post) mas desenho é o que a gente faz todo dia e com o conhecimento dos detalhes da casa isso não será um problema. Então, preciso ainda fazer 3 desenhos da casa, esse tem que ser a mão livre, são duas elevações e uma perspectiva. (Quando eu terminar eles eu posto aqui também)  e sem esquecer de incluir os croquis feitos no local.

    Parece simples mas esse trabalhinho me custou um pouco de tempo quanto as idas no local e o Sketchup, mas agora tudo mais tranquilo pra entrega. Como atividade extra, fiz uma animaçãozinha e disponibilizei no YouTube. Detalhe, eu ainda não entreguei esse trabalho, vocês podem dar suas sujestões positivas e/ou negativas até o dia 21/10.

E por fim uma propagandinha sem fins lucrativos (haha).  Gostou do Blood e quer conhece-lo mais de perto?  Fique com o endereço dele e venha se divertir, afinal como diz o slogan da casa:

 “O ROCK’N’ROLL ESTÁ NO SANGUE”

Rua: Carlos Cavalcanti – 1212 – São Francisco – Curitiba PR

http://www.bloodrockbar.com.br